fbpx

MARCELO AMORIM – BOM SENSO E TOCAR PARA A MÚSICA É ESSENCIAL!!

O Baixista Marcelo Amorim comemora 30 anos de carreira com a BANDA RESGATE!!

1- HISTÓRIA

É um prazer falar para ToqueMaisBaixo, obrigado mesmo pela oportunidade. Tenho 52 anos, nasci em São Paulo, capital, em 15 de maio de 1966…Vivi na Zona Norte de SP, já morei em Campinas – SP, no Rio de Janeiro, e atualmente moro em Franca – SP, 400km da Capital.

2- COMO COMEÇOU SUA CARREIRA

Sou cristão protestante, crente evangélico…(haha). Desde garoto toco na igreja. Eu tinha 14 anos, ganhei um violão no Natal. Aí meu primo me disse:Vamos montar uma banda…eu não sabia tocar.

Aprendi uma música e montamos uma banda…

As igrejas evangélicas são um celeiro de músicos; todas tem bandas, corais, música…hoje as igrejas católicas também tem esse espaço e vem crescendo.

Em 1989 montamos a Banda Resgate…e já se vão 30 anos só com a banda…

Estudei com gente muito boa ao longo desses anos…não aprendi por falta de talento mesmo(rsrs).

“Se a música é boa, eu curto”!

3- PRINCIPAIS TRABALHOS NA ÁREA MUSICAL

Sou baixista de banda…só toquei no Resgate…antes disso tocava na igreja e tal…

Fiz uma participação no DVD de 20 anos do Baixo&Voz, (Sergio Pereira e Marivone)…

Não tenho um trabalho solo, uma carreira gravando em estúdio, ou acompanhando artistas…são 30 anos mesmo só de Rock’n’ Roll.

Por ocasião dos 30 anos da Banda estamos gravando um documentário…nesse link tem as informações desse projeto.

https://www.catarse.me/documentario_30_anos_banda_resgate_c2c8

4- INFLUÊNCIAS MUSICAIS

Eu gosto de música boa; claro que tenho uma queda para o rock, mais se a música é boa eu curto.

Influências são muitas: Geddy Lee, Chris Squire, Jaco Pastorius é obrigatório. Jack Bruce, John Paul Jones, Billy Sheehan, Abraão Laboriel, Edu Martins…e vai! É uma lista grande…e antiga!

5- HABILIDADES DE UM BOM BAIXISTA

Acho que a técnica é fundamental; estudar sem preconceito, música boa sempre tem algo para nos ensinar…

Vejo hoje uma galera de muita capacidade técnica. É impressionante quanta gente boa…acho que o baixista, e os outros músicos, devem ter a noção de banda…você toca em power trio, ok
tem que preencher com muitas frases, acordes, etc…agora tem teclado, metais, back vocals. Caramba!! Entenda o que a música pede; não dá pra “fritar” o tempo todo…menos é mais…haha!

Bom senso e tocar para a música é essencial.

“ToqueMaisBaixo facilita o acesso a boas informações…”

6- AÇÕES EMPREENDEDORAS

Não tenho uma carreira focada na musica, tenho outras atividades…

Hoje quero investir na aposentadoria!

Meu trabalho é com a banda, enquanto a gente aguentar vamos compor e tocar…

Esse ano o foco é nos 30 anos, documentário como falei acima e o novo trabalho…se a gente não desistir…haha…serão 30 músicas inéditas para comemorar 30 anos de carreira.

7- ENSINO DO TOQUE MAIS BAIXO

Eu acho sensacional…

Hoje temos essa plataforma que facilita muito o acesso a boas informações…sem desculpas de distância, tempo ou custo.

Como sou do tempo que não tinha nem internet, fico feliz com o que vivemos hoje. Era uma dificuldade arrumar material, informação, equipamento, cordas…tudo era um parto.

Às vezes aparecia um método, em inglês é lógico. Teve um tempo bom das revistas, depois vídeo-aulas em vídeo cassete…dvd’s…hoje ficamos no celular com iRing e fone…estou muito velho…mesmo haha!

A música boa sempre tem algo para nos ensinar…

Vlw

Bassa

Marcelo Meleiro Amorim

 

Por Vilma Souza

Aluna e Colaboradora do ToqueMaisBaixo

 

Baixista, criador do ToqueMaisBaixo e empreendedor musical.

Dúvidas? Deixe uma pergunta para o professor!