fbpx

BaixistArtista – Letras e Grooves – With or Without You – U2

Baixistas e Artistas! Beleza?

Volta os com a coluna que analisa um aspecto FUNDAMENTAL de todas as composições musicais, sim, tão importante quanto todo o instrumental: a letra. Com a análise da letra, podemos entender se a harmonia, o ritmo, o Groove, estão alinhados com o que o Artista quer expressar. Claro, o Artista pode se expressar sem dizer uma palavra sequer. Mas, aqui nessa coluna vamos tratar de músicas com letras!

Vale rememorar que o mais bacana de tudo é perceber o processo criativo: Situações vividas pelos Artistas e/ou Compositores.

# Groove 2
Música: With or Without You
Artista: U2

Essa música, lançada em 1987, se tornou um clássico na voz de Bono Vox (que a escreveu) e no instrumental do resto da banda. Como a melodia dá a entender, o alter ego que expressa seus sentimentos através da música está tratando de sentimento. Sim, sentimentos. Mas, se muitos falam de sentimentos, o que tornou essa música um Hit?

No 1º verso, Bono já traz metáforas poderosas, que parecem ditar o tom dramático que os instrumentos carregam nessa canção. Ele começa falando sobre o olhar de uma mulher: um olha de pedra, sem demonstração de sentimentos e afeto, um olhar solitário. Curiosamente, ao dizer que é um olhar “set”, cria-se a impressão de que ele está se referindo a um olhar firme, um olhar decidido e que não vai mudar.

Em seguida, fala que vê a dor do espinho contorcido em seu lado. Essa expressão metafórica para falar de dor remete à versão em inglês da Bíblia, em diversos trechos que falam das dores
de Cristo (Evangelho de Lucas e Coríntios, por exemplo). Aqui ele apela a uma comparação extrema, à dor sentida por Cristo, refletida na dor que a mulher sentia e lhe expressava naquele momento; e diz que vai esperar por ela.

Fala, também, sobre o truque com as mãos (em referência aos truques que mágicos realizam com baralhos, por exemplo) – ilusões – e fatos que não ocorrem como era esperado por ele.
Pode estar se referindo a uma desilusão amorosa, um desencontro, um impedimento, uma interpretação da situação de forma diversa da realidade. Em uma cama de pregos, ele se vê obrigado a esperar. A cama de pregos, muito utilizada por alguns místicos e gurus hindus, é extremamente sensível, pois é necessário que o ser humano consiga equilibrar o seu peso e distribui-lo de forma leve pelos pregos, para que não cause um ferimento profundo ao concentrar o peso em uma parte específica do corpo. Talvez uma expressão em português que possa se equiparar para dizer a delicadeza da situação vivida seria “pisando em ovos”. Aqui, o que se quer dizer é que se está diante de uma situação muito delicada, sensível, na qual é preciso cuidado para não se machucar. E ele segue a esperar pela mulher, mesmo sem a presença física dela.

[Verse 1]
See the stone set in your Eyes
See the thorn twist in your side
I’ll wait for you
Sleight of hand and twist of fate
On a bed of nails she makes me wait
And I wait without you

[Chorus]
With or without you
With or without you
Com ou sem você, com ou sem você. Reflete, pensa, sente a ausência da mulher.

[Verse 2]
Through the storm, we reach the shore
You give it all, but I want more
And I’m waiting for you

Ao comparar o relacionamento com uma tempestade, toma metáforas para tratar das dificuldades pelas quais se passa quando se está em um relacionamento. Passar por uma tempestade, até chegar à costa da praia. A mulher dá tudo de si, mas ele ainda quer mais. E isso é uma colocação clássica da sensação de incompatibilidade. Mesmo quando um dá tudo de si, o outro ainda se sente insatisfeito. E apesar de tudo, ele segue esperando por ela.

[Chorus]
With or without you
With or without you, ah-ah
I can’t live with or without you

Aqui, percebemos uma forte expressão de emoções na voz de Bono. Com ou sem você, com ou sem você, não consigo viver com você, nem sem você. Uma expressão forte de uma situação crítica em um relacionamento, quando se sente que é impossível viver com a pessoa, e na ausência dela, sente que é impossível viver sem ela. E nesse misto de sentimentos, é impossível viver.

[Bridge]
And you give yourself away
And you give yourself away
And you give, And you give,
And you give yourself away

 

Nessa ponte, o U2 usa um elemento de integração entre o verso e o refrão (ponte) de forma brilhante: para demonstrar o sentimento de desconexão, de cessar fogo, de se deixar levar, se render nessa batalha de emoções deste relacionamento; outra interpretação possível é de que o se deixar levar é se entregar a outrem, a vulnerabilidade de uma relação de afeto. Um fato extremamente interessante dessa letra é que Bono Vox afirmou, em 1987 (ano do lançamento da canção), que essa música trata sobre a forma como ele se sente superexposto no U2 e como essa abertura poderia causar danos à banda.

[Verse 3]
My hands are tied, my body bruised
She got me with nothing to win
And nothing left to lose

 

O 3º verso fala dos danos psicológicos e físicos dessa situação conturbada no relacionamento. Ele se sente com as mãos atadas, sem poder fazer qualquer coisa; com o corpo machucado, seja física ou emocionalmente, em razão de toda essa dolorosa situação. A mulher o deixou sem conseguir ganhar e, ao mesmo tempo, com nada a perder. Isso pode ser uma metáfora sobre a sensação de que as discussões ou o desgaste do relacionamento não levam nenhum dos dois a sentir que está ganhando com a situação; ganhando uma discussão; e, ao mesmo tempo, que ambos já não tem mais energia física, psicológica ou emocional para seguir nessa situação. E você se doa; se entrega; desiste; se expõe; e segue se conseguir viver com a pessoa (pois ela não quer), tampouco sem ela (pois se deseja a pessoa e sofre com isso).

[Bridge]
And you give yourself away
And you give yourself away
And you give, And you give,
And you give yourself away

[Chorus]
With or without you
With or without you, ah-ah
I can’t live with or without you
With or without you
With or without you, ooh
I can’t live with or without you
With or without you

Em resumo: mais uma grande canção que marcou época e continua como uma das maiores influências do estilo próprio do Pop Rock irlandês do U2, dos anos 80, explorando a sensibilidade e o gênio artístico de Bono Vox, com toda sua poesia e metáforas para dar e vender. Que amor dele pela banda, não?

Até o próximo Groove!

Jonas Decorte Marmello

Aluno e Colaborador do ToqueMaisBaixo

Baixista, criador do ToqueMaisBaixo e empreendedor musical.

Dúvidas? Deixe uma pergunta para o professor!