fbpx

VINI BASS – O MAIS IMPORTANTE É QUALIDADE E EXCELÊNCIA

Mesmo com mais de 14 anos de experiência e 3.000.000 (três milhões) de visualizações no YouTube, Vinicius Vieira, conhecido como ViniBass, ainda se considera um eterno aprendiz. Referência nacional para muitos músicos quando se fala em contrabaixo, Vini é multi-instrumentista (toca também violão, teclado, bateria), suas marcas registradas são a qualidade e a excelência em tudo o que faz. Nosso convidado já tocou em grandes shows e presídios, casamentos e trios elétricos, em igrejas e praças, além de acompanhar músicos internacionais. Confira um bate-papo descontraído com o ex-aluno do ToqueMaisBaixo!

TMBX: Poderia nos contar como começou sua carreira na música e no contrabaixo?

VINI: Diferentemente de outros músicos que iniciam cedo, tive contato com a música somente aos 15 anos, quando comecei a tocar e cantar na igreja onde era membro.

​Primeiro Contato – Aos 14 anos de idade, uma pessoa da igreja disse que eu tinha cara de “baixista”, mas até então nem sabia o que era um contrabaixo. A partir desse dia, fiquei curioso e convidei um amigo para ir a uma loja de instrumentos musicais a fim de conhecer o tal; Contrabaixo;…resultado? …paixão à primeira vista. A partir daí, comecei a buscar mais sobre o instrumento, e me apaixonei pelo contrabaixo e pela música.

 

Inicialmente, aprendi a tocar o instrumento sozinho, com ajuda de um amigo da igreja e revistas com cifras, pois naquela época não havia muito material na internet como nos dias atuais. Era muito difícil o acesso a músicos e materiais de estudo. Em um curto período de tempo, fui convidado a integrar o Ministério de Louvor da Igreja Estrela da Manhã- SP, onde tive a oportunidade de
desenvolver o talento…inclusive, de conhecer e tocar algumas vezes com o cantor PG (ex.Oficina G3), na igreja local, e aprendi muito com essa experiência.

Tendo a grande necessidade de entender o que estava sendo tocado, iniciei meus estudos no Conservatório DoRéMi e na Escola de Música – Musical Elite (São Bernardo do Campo/SP), onde adquiri uma grande base teórica e pratica. Também estudei e fiz aulas particulares para desenvolvimento de técnicas específicas, tais como Slap. Já tendo uma base teórica, aprendi a tocar outros instrumentos como violão, teclado, bateria.

Sempre prezei pela qualidade e excelência em meu trabalho, estando sempre atento a todos os detalhes executados nas músicas, o que torna isso um diferencial.

 

 

 

 

 

 

 

 

TMBX: Quais os principais trabalhos que fez e faz atualmente?

VINI: Posteriormente recebi convites e tive a oportunidade de atuar em diversas bandas, nos seus mais variados estilos, como:

ACESSO LIVRE (pop/Rock)
ERIKA (Raul Gil –free)

MUSICAL ELIETE (audições)
HOMERSON BARRETO (pop rock)
DANIEL OLALLA (pop rock)
ALÉM DO VÉU (gospel-igreja)
BANDA 4FREE (rock)
EMBAIXADORES DO REINO (pop rock) **gravou o CD
TRANSFORMAÇÃO

Também atuei como músico freelancer em bandas seculares de sertanejo, forró, axé, pop rock e participei de gig's em cenários nacionais e internacionais. Atuei também, durante alguns anos, como professor de contrabaixo particular. Durante todo esse período tive a oportunidade de trabalhar em grandes eventos, gravações de programas de tv, entre outros. Já toquei em mega shows, Marcha para Jesus, trio elétrico, casamentos, várias igrejas e também de evangelizar tocando em praças, presídios.

TMBX: Quais suas maiores influências na música?

VINI: Minhas principais influências são: Jaco Pastorius, Victor Wooten, Marcus Miller, Alain Caron, James Jamerson, Flea, Stuart Zender, Celso Pixinga, Nico Assumpção, PJ, Serginho Carvalho, Robinho Tavares, Duca Tambasco, Jr. Braguinha, Fabio Aposan, Ted Furtado.

 

 

 

 

 

 

 

 

TMBX: Que habilidades um bom baixista deve desenvolver?

VINI: Acredito que o músico, em geral, não deve se limitar a apenas tocar. A carreira de um músico vai muito além dos estudos e apresentações. Ele deve ser empreendedor, saber agregar valor ao seu trabalho, à sua imagem e à sua arte. Por isso sempre estou incentivando pessoas a buscar e despertar esse lado. Com relação à musicalidade, acredito que de nada vale a técnica sem sentimento, e o sentimento não consegue ser expressado sem a técnica.

TMBX: Que ações empreendedoras você tem desenvolvido em sua carreira?

VINI: Muitas…rs. Ser empreendedor é levantar com sede de se superar, é matar um leão por dia e aprender a se reerguer nas dificuldades. Atualmente sou músico contrabaixista, youtuber gerador de conteúdo, CEO de um ecommerce voltado para baixistas, produtor e editor de vídeos e infoprodutos, e algumas outras atividades.

Faz o Merchan pra nós – www.storevb.com.br
(Lugar de baixista é na StoreVB)
Meu portfólio está todo aqui – www.vinibass.com

TMBX: O que você acha da iniciativa do ensino de contrabaixo online, como o ToqueMaisBaixo?

VINI: Fundamental! O trabalho do Rapha é espetacularmente incrível! Por isso que é um trabalho sólido e consolidado há anos. Super apoio, já fui aluno e é espetacular para nossa comunidade!!

 

Vilma Souza

Aluna e Colaboradora do ToqueMaisBaixo

Baixista, criador do ToqueMaisBaixo e empreendedor musical.

    1 Comentário

  1. Entrevista massa,o Vini bass é um grande baixista no começo dos meus estudos eu assisti muito vídeo dele no YouTube,parabéns ao Tmbx por essa grande entrevista e meu Parabéns a Vilma por esse grande trabalho.

Dúvidas? Deixe uma pergunta para o professor!