fbpx

CELSO PIXINGA: O BOM BAIXISTA DEVE ESTUDAR BASTANTE E SEM PRECONCEITO MUSICAL

Considerado um dos melhores e mais velozes contrabaixistas do mundo, Celso Claudio Cascarelli, conhecido como Celso Pixinga, nasceu no dia 12 de julho, um dia antes da comemoração do Dia Internacional do Rock, no bairro do Bixiga, em São Paulo.

Neto de italianos e atualmente morador do bairro paulista de Alphaville, Celso Pixinga começou a trilhar o caminho do contrabaixo aos 28 anos, e em 1980 já tocava profissionalmente. Celso se tornou o primeiro brasileiro a lançar um disco no templo do jazz, o Blue Note de Nova York, e já se apresentou em dezenas de países pelo mundo, contando com quatro décadas de carreira.

Mestre Pixinga, multi-instrumentista também considerado um virtuoso do contrabaixo, gentilmente conversou com a gente aqui do Blog Toque Mais Baixo. Confira como foi o papo bem profissional.

TMBX: PODERIA NOS CONTAR COMO COMEÇOU SUA CARREIRA NA MÚSICA E NO CONTRABAIXO?
CP: Comecei tocando guitarra e aos 28 anos iniciei no Baixo. Comecei tocando com os cantores Eduardo Araújo e Sylvinha, Jessé, Wanderléa.

Depois com Gal Costa, Evandro Mesquita, Jane Duboc, etc… No campo Internacional e instrumental com Dave Weckl, Gonzalo Rubalcaba, Romero Lubambo, Taj Mahal, Dom Moio, Nelson Ayres, Rique Pantoja, Banda Retoque, Vitor Biglione, Marcos Resende, Dom Harris, Paul Lieberman, Zona Sul, TNT, Time Out e outros.

 

 

 

 

 

 

TMBX: QUAIS OS PRINCIPAIS TRABALHOS QUE FEZ E FAZ ATUALMENTE?
CP: Criei o FESTIVAL DE BAIXO: nacional e internacional, que se realiza desde 2002 em todo o Brasil. Dei aula na Escola de Música do Estado de São Paulo – EMESP- Santa Marcelina por 16 anos. Gravei 35 discos e 10 DVDs: shows e vídeo-aulas. Lancei um dos meus CDS no BLUE NOTE de Nova York. De 2009 a 2013 participei do New Hampshire Bass Festival-organizado pelos professores da Berklee School.

Toquei no Japão, China, Portugal, Estados Unidos, Argentina, Equador, etc.

Atualmente: Dou aulas presenciais. TENHO um Programa entrevistando baixistas “ BOM DIA CONTRABAIXO” que vai ao ar todo sábado às 11:00 horas da manhã. ESTOU lançando meu NOVO SITE: celsopixinga.com.br e meu PRIMEIRO CURSO ON LINE intitulado: SLAP MANIA. Lançando meu CD só de Slap também intitulado: Slap Mania.

TMBX: QUAIS SUAS MAIORES INFLUENCIAS NA MÚSICA?
CP: Stanley Clark, Jaco Pastorius, Louis Jonhson, Mark King, Marcus Miller, Gabriel Balis, Nico Assunção, Arismar do Espirito Santo e Luizão Maia.

TMBX: QUE HABILIDADES UM BOM BAIXISTA DEVE DESENVOLVER?
CP: Estudar pelo menos 5 horas por dia. E não ter preconceito musical.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

TMBX: QUE AÇÕES EMPREENDEDORAS VOCÊ TEM DESENVOLVIDO EM SUA CARREIRA?
CP: Em relação à minha carreira sempre fui um bom gestor. Como citei acima, sempre inovei projetos como o Festival de baixo, o programa no youtube “Bom Dia Contrabaixo” e faço Workshops e represento várias empresas: ONEAL (amplificadores), MARUSZCZYK (baixo alemão), ADIDAS, CAPCASE, MENDES (Luthieria), NIG, TANGO(instrumentos musicais), SINGULAR SOUND.

TMBX: O QUE VOCÊ ACHA DA INICIATIVA DO ENSINO DE CONTRABAIXO ONLINE, COMO O TOQUEMAISBAIXO?
CP: Esse é o Futuro!!!!

 

Vilma Souza

Aluna e Colaboradora do ToqueMaisBaixo

Baixista, criador do ToqueMaisBaixo e empreendedor musical.

Dúvidas? Deixe uma pergunta para o professor!