fbpx

5 dicas para aproveitar um curso a on-line ao máximo

Ei baixista! Blz? Você sabe como se organizar e tirar o melhor proveito de um curso online?

Disciplina, organização, proatividade; aqui você verá algumas dicas de quais comportamentos adotar para aproveitar ao máximo sua graduação EAD.

Reserve um tempinho para a leitura e venha crescer junto com a gente!

1. Elabore um cronograma

Ao iniciar um curso a distância, é essencial que você elabore um cronograma de estudo, levando em consideração seu tempo disponível e as disciplinas do período. Seja realista e projete a quantidade de horas que você sabe que vai conseguir dedicar às aulas e exercícios.

Uma, duas, três horas por dia; o fundamental é manter uma rotina. Se você ficar pulando horários e postergando suas matérias, vai acabar se enrolando com os prazos. Então, o ideal é progredir pouco a pouco, mas de forma constante.

Dicas: baixe e aprenda a utilizar o aplicativo Evernote, que está disponível para Android e IOS. Com ele, você consegue organizar todas as suas ideias, referências de estudo e anotações sobre disciplinas. Saiba que o Evernote é uma das ferramentas organizacionais mais utilizadas do mundo!

2. Mantenha um ambiente de estudos limpo e organizado

Além do tempo, o espaço também será importante para um aluno EAD. Para estudar em casa, é preciso ter um ambiente organizado e propício para leitura, visualização e escrita de conteúdo. Se você pensa que dá para fazer isso tudo sentado no sofá ou deitado na cama, prepare-se para mudar de ideia.

Camas e sofás podem até funcionar em algumas ocasiões, mas na maioria das vezes eles farão com que você sinta sono e não consiga focar no que deve ser feito. Seu aproveitamento e produtividade logo cairão, além da má postura resultar em dores pelo corpo.

O ideal é estudar sentado em uma cadeira ergonômica e apoiar os materiais em uma mesa ou escrivaninha. Bem iluminado, arejado e, principalmente, organizado: assim deve ser seu cantinho de estudo!

Dica: escolha um dia por semana para fazer uma faxina nesse local e organizar contrabaixo, cabos, amps, fones, livros, papéis, canetas, lápis e borrachas. Isso facilitará os momentos de concentração e evitará que você fique procurando objetos perdidos no meio da bagunça.

3. Aprenda a canalizar sua atenção

Aqui, atenção! Muitos estudantes elaboram um cronograma de acordo com seu horários, mantêm um espaço organizado para os estudos, mas, quando chega a hora, não conseguem se concentrar.

É claro que esse fenômeno pode ter causas diversas, mas, em geral, nosso cérebro tende a se distrair com facilidade, ainda mais quando não está acostumado a permanecer focado em uma tarefa de cada vez.

Mas não se preocupe: é possível treiná-lo e se policiar para evitar distrações.

Primeiramente, faça um trato consigo mesmo e evite as redes sociais nos momentos de estudo. Não abra Whatsapp, Facebook, Instagram ou Twitter, pois eles consumirão um tempo precioso, mesmo que você não perceba. Se for necessário, deixe seu celular fora de seu espaço de estudo para não se distrair a cada notificação.

Dica: a Técnica Pomodoro é uma poderosa aliada e auxiliará você a organizar seu tempo e a se concentrar nas tarefas. Ela consiste na definição de intervalos de estudos e descansos pré-programados e pode ser baixada como um aplicativo em seu celular ou computador.

Aqui, você pode argumentar: “Poxa, mas se meu celular ficar por perto, não conseguirei me concentrar!” Para isso, existem aplicativos que bloqueiam sites e até outros aplicativos, ou que cronometram seu tempo de utilização das redes sociais, como o ClearLock e o RescueTime.

4. Não se isole

Muitos alunos pensam que fazer um curso a distância é se isolar dos outros estudantes, tutores e professores, ainda mais quando sentem que estão atrasados nas demandas. Não caia nessa armadilha; o contato humano, por meio de fóruns, do ambiente de aprendizagem, de e-mails, chats e outros mecanismos é extremamente importante para mantê-lo motivado.

Compartilhe suas dúvidas, suas conquistas e ideias. Nada é irrelevante e quanto mais você mantiver uma rotina de diálogos e colaboração com os colegas, mais sentirá que está progredindo. Engaje-se em atividades de grupo sempre que puder e você verá como seu aproveitamento do curso melhorará.

Mesmo que você não tenha contato regular com essas pessoas — como um estudante do ensino presencial — elas estão na mesma jornada que você e, portanto, podem contribuir para sua evolução e vice-versa.

Dicas: o LinkedIn pode ser uma ferramenta interessante nesse sentido. Há também aplicativos como Slack, nos quais você pode criar grupos para conversas, debates e engajamento nos mais variados projetos, e o Beer or Coffee, no qual é possível convidar colegas que também estejam conectados para tomar um café ou dividir um espaço de estudo.

5. Busque mais conhecimento e se destaque

Um curso a distância oferece uma gama de materiais de apoio, como e-books, vídeo e leituras complementares. Aproveitar todos esses recursos e se manter dentro dos prazos é fundamental, mas você pode ir além e buscar novas fontes de informação e conhecimento.

Um traço em comum entre os estudantes EAD é a proatividade, ou seja, o ímpeto de descobrir sozinho, de ir atrás e ser autodidata. Então, aproveite essa tendência e saia do básico. Peça indicações de livros, artigos científicos e fique atento às novidades de sua área.

Dica: o Google Acadêmico é uma ferramenta de busca que o colocará em contato com inúmeras publicações de fontes mais confiáveis do que o buscador convencional. Há até livros gratuitos. Além disso, uma ótima opção é a Biblioteca Digital Brasileira, que disponibiliza milhares de obras em domínio público.

Para finalizar: você já se parou pra pensar como estão seus estudos? Está feliz com os seus resultados como baixista? Bora elevar o nível e viver de contrabaixo?

Tamo junto!

Abraço,

Fonte: UniCesumar Adaptação: tmbX

 

Baixista, criador do ToqueMaisBaixo e empreendedor musical.

Dúvidas? Deixe uma pergunta para o professor!